O que é a economia de interfaces de programação de aplicativos (APIs)

Economia de APIs

APIs são interfaces de software personalizáveis e voltadas ao cliente que permitem que componentes de software que, antes, eram separados se comuniquem efetivamente superando as compatibilidades inerentes criadas por diferentes plataformas de software. Elas agregam um novo nível de conectividade e compartilhamento de dados a vários aplicativos, independentemente das plataformas, das estruturas de dados e das tecnologias de subjacentes. O poder inovador das APIs levou à conclusão de que as APIs podem ser um componente essencial das soluções empresariais que afetam os resultados operacionais, contribuindo assim para a eficiência, o crescimento e a inovação. Isso, por sua vez, criou a economia de APIs, que é definida livremente como a forma como as APIs podem afetar positivamente a lucratividade de uma organização. 

No passado, em sua maior parte, as APIs eram relegadas aos profissionais de software que queriam resolver problemas de interface e compartilhamento de dados associados às soluções de software incompatíveis. Por fim, o valor cada vez maior das APIs ficou evidente, exemplificando as possibilidades das tecnologias emergentes. Essas tecnologias, como as redes sociais, os aplicativos web-based, as soluções mobile e inúmeras outras iniciativas, demonstraram completamente os efeitos financeiros emergentes das APIs sobre as empresas e a capacidade de gerar mais receita.

De acordo com a empresa de pesquisa Gartner, as APIs facilitam a integração e a conexão de pessoas, lugares, sistemas, dados e algoritmos, criam novas experiências do usuário, compartilham dados e informações, autenticam pessoas e objetos, ativam transações e algoritmos, utilizam algoritmos de terceiros e criam novos produtos/serviços e modelos de negócios.

Kristin R. Moyer, vice-presidente e analista distinta da Gartner, disse que "A economia de APIs é um capacitador para transformar uma empresa ou organização em uma plataforma. As plataformas multiplicam a criação de valor porque permitem que os ecossistemas de negócios dentro e fora da empresa consumem correspondências entre usuários e facilitem a criação e/ou a troca de mercadorias, serviços e moedas sociais para que todos os participantes possam obter valor".

O Relatório de benchmark de conectividade da MuleSoft dá credibilidade à importância da economia de APIs e indica que o crescimento explosivo dela não se deve a um fator específico, mas a uma tempestade perfeita de setores emergentes que, de certa forma, dependem todos de APIs.

Para a maioria das organizações, senão todas elas, a economia de APIs é comprovadamente uma alternativa viável à criação de novos serviços e recursos que, no fim das contas, gerará novas alternativas de receita. Com a integração das APIs e dos serviços populares que as utilizam, as organizações tornarão as APIs em um importante fator de seu modelo de negócios. Além disso, o rápido progresso da tecnologia mobile e da Internet das Coisas criar poucas dúvidas de que a economia de APIs continuará crescendo e prosperando em ritmo acelerado.

Aprenda mais sobre a economia de APIs e veja como as soluções da MuleSoft podem permitir que as organizações iniciem a jornada rumo à conectividade API-led.